Olá Adir Mariano de Uruguaiana - Rs

Em poucas palavras a atitude da Igreja, em passado recente era radical, nada se rezava, celebrava, se falava e o tumulo era colocado fora do cemitério. Entretanto perguntas por aquilo que deve ser dito em uma cerimonia de sepultamento de suicídio. Sua pergunta mostrar o que a Igreja faz atualmente.

De uma atitude, discriminatória ao suicida como temos conhecimento, sem encomendação, oração, missa de 7 dia, 30 dias, ou 1 ano de falecimento felizmente hoje se pensa diferente, somos criaturas humanas e não temos condições de julgar um derradeiro ato humano, como o suicídio. As causas são muitas, complicadas e muitas delas sem uma resposta conclusiva. Hoje os sacerdotes, estão presentes no momento do sepultamento e nas orações que se realizam posteriormente. Este modo de pensar, é mais humano, cristão e solidário para com a família que sofre duplamente a perda de alguém morre praticando o suicídio.

O que dizer:

Se temos necessidade dizer alguma coisa, numa cerimônia de suicido penso que o respaldo bíblico e necessário e se pode usar temas como: misericórdia, perdão, solidariedade a família. Deus é que julga não nós pessoas humanas. Somente Deus conhece o interior da pessoa humana conhece os verdadeiros motivos de tal ato contra a vida.

Devemos ter em conta seus familiares e a eles dar sentido de conforto e esperança e aceitação de tal acontecimento. Penso que é melhor assim.

Meu testemunho:

Como celebrante de orações pelos falecidos, ao longo dos meus 30 anos de ministério realizei milhares de sepultamentos: seja encomendações realizadas nas casas, capelas, igrejas, funerárias, orações no 7º dia  de falecimento etc, na verdade sempre foi difícil presidir uma celebração por alguém que se suicidou. Só a força de Deus, nos coloca as palavras adequadas que devem ser ditas para ajudarem aos familiares passarem estes momentos de dor. Agradeço a Deus que me tornou mais humano nestas ocasiões...