Saul é o primeiro rei de Israel, ungido por Samuel, depois que o povo pede ao profeta para ter, como os outros povos, um rei. Essa história é contada a partir de 1Samuel 8 e saul é protagonista dos próximos capítulos desse livro até quando morre, na batalha de Gelboé, contada em 1Samuel 28.

A unção de Saul por Samuel é contada em 1Samuel 9. Encontramos as seguintes palavras de Deus dirigidas a Samuel no versículo 16 desse capítulo:

"Amanhã, a esta hora, eviar-te-ei um homem da terra de Benjamim. Unge-o como chefe do meu povo Israel, e ele salvará meu povo da mão dos filisteus, porque vi meu povo e seu grito chegou até mim".

Tendo Samuel encontrado Saul, o Senhor confirmou que era ele o escolhido. E foi ungido por Samuel.

Outra tradição, ao invés, diz que Saul foi designado rei por sorteio. Ela provavelmente nasceu no ambiente do santuário de Masfa. Conforme está escrito em 1Samuel 10,17-24, as tribos de Israel são convocadas por Samuel. O profeta tirou a sorte e ela caiu sobre a tribo de Benjamim. Foi então tirada a sorte entre os clãs dessa tribo e ela caiu sobre o clã de Metri. E entre os homens desse clã, foi sorteado Saul, filho de Cis. Assim ele se tornou rei de Israel.

Um processo de sorteio muito parecido com esse, embora o objetivo seja encontrar o culpado de um pecado, se encontra em Josué 7,14-18.